Apple reabre 42 lojas na China após estagnação do coronavírus

Talvez você goste:

- Advertisement -

De acordo com o repórter da Bloomberg, Mark Gurman, a Apple está reabrindo 42 de suas lojas na China que foram fechadas anteriormente devido a preocupações com coronavírus no início de janeiro.

- Publicidade -

A notícia chega pouco mais de uma semana depois do CEO, Tim Cook, anunciar que as lojas da gigante de tecnologia no país serão reabertas, dizendo que a China parece ter o surto de vírus “sob controle”. Não é de surpreender, pois a Apple estava enfrentando um trimestre financeiro difícil, devido à disseminação global que afeta tanto a produção quanto as vendas do produto.

Em fevereiro, a empresa já havia feito um aviso de ganhos aos investidores, citando preocupações com coronavírus por possíveis perdas. O anúncio levou a uma queda de 2,3% no preço das ações no dia seguinte. Ao mesmo tempo, a Apple experimentou uma queda de 61% em suas vendas de iPhone na China, que é sem dúvida um dos seus maiores mercados. Apesar do envio de dois milhões de dispositivos em janeiro, apenas 494.000 foram enviados em fevereiro, segundo a Academia de Tecnologia da Informação e Comunicações da China.

- Publicidade -

Enquanto isso, o coronavírus começa a se espalhar pelos Estados Unidos, a Apple ainda não anunciou nenhum fechamento no país.

- Publicidade -

Ultimas notíciais

Portal R7 publica analise falando que “Nem todas vidas negras importam”

Na última quinta-feira (04), Patricia Lages publicou uma análise para o portal R7 da Record fazendo uma crítica a...

Portal R7 publica analise falando que “Nem todas vidas negras importam”

Na última quinta-feira (04), Patricia Lages publicou uma análise para o portal R7 da Record fazendo uma crítica a onda de protestos e comoção...

Tatá Werneck cede suas redes sociais para Linn da Quebrada para conscientização racial

Na tarde de sexta-feira (05), a apresentadora e humorista Tatá Werneck postou em seu Twitter que estaria cedendo suas redes sociais para a cantora...

Walmart retira armas de prateleiras por conta dos protestos

O Walmart nos Estados Unidos é uma das lojas em que as armas de fogo ficam em prateleiras a venda como se fossem um...

Kanye West quebra o silêncio e anuncia doação de 2 milhões de dólares para instituições

Quase 10 dias após a morte de George Floyd, em 25 de maio, o bilionário magnata anunciou que doou 2 milhões de dólares para...

Leia também: