Nasa descobre evidências da existência de um universo paralelo

Talvez você goste:

- Advertisement -

De acordo com um novo relatório da New Scientest um grupo de cientistas da NASA  descobriram o que eles acreditam ser evidência de um universo paralelo, onde o tempo retrocede.

- Publicidade -

Em 2016, quando um coletivo de pesquisadores da NASA implantou um balão gigante para levantar antenas eletrônicas acima da Antártica, eles descobriram um “vento” de partículas do espaço que seriam “um milhão de vezes mais poderosas” do que qualquer outra detecção que já vimos. Os níveis de energia dessas partículas se mostraram essenciais para as descobertas atuais, uma vez que os neutrinos subatômicos de baixa energia podem passar pela Terra, mas as partículas de alta energia são interrompidas pela matéria sólida. Isso significa que a última categoria – chamada neutrinos tau – geralmente é detectada apenas se estiver caindo do espaço.

Curiosamente, a onda que os pesquisadores da NASA detectaram realmente surgiu da Terra, sugerindo a eles que esses neutrinos de tau devem pertencer a um universo paralelo em que o tempo está viajando para trás. Outra explicação possível é que essas partículas mudaram de forma antes de passar por nosso planeta e, posteriormente, revertidas depois que saíram, mas essa descoberta foi considerada um “evento impossível”. Por fim, de acordo com o relatório: “A explicação mais simples para o fenômeno é que, no momento do Big Bang, 13,8 bilhões de anos atrás, dois universos foram formados – o nosso e um que, da nossa perspectiva, está correndo ao contrário com o tempo para trás”.

- Publicidade -

Apesar dessa descoberta, muitas outras ciências e novos periódicos estão agora relatando que a descoberta foi grosseiramente exagerada até um grau enganador. De acordo com a Forbes, outra estrutura semelhante no Polo Sul, conhecida como Observatório IceCube Neutrino, opera mais de 5.000 detectores ópticos no gelo; portanto, se os resultados alcançados na Antártica fossem consistentes, o IceCube também detectaria muitos outros.

No entanto, esse não é o caso, portanto, na melhor das hipóteses, os achados dos cientistas da NASA são uma anomalia que ainda não podemos explicar cientificamente. De maneira semelhante, Ibrahim Safa, principal autor de um trabalho de pesquisa baseado no experimento na Antártica, explica que a anomalia é provavelmente o resultado de nossa falta de compreensão do gelo antártico, embora exista uma pequena possibilidade de que possa haver algum novo fenômeno da física em jogo.

- Publicidade -

Ultimas notíciais

Portal R7 publica analise falando que “Nem todas vidas negras importam”

Na última quinta-feira (04), Patricia Lages publicou uma análise para o portal R7 da Record fazendo uma crítica a...

Portal R7 publica analise falando que “Nem todas vidas negras importam”

Na última quinta-feira (04), Patricia Lages publicou uma análise para o portal R7 da Record fazendo uma crítica a onda de protestos e comoção...

Tatá Werneck cede suas redes sociais para Linn da Quebrada para conscientização racial

Na tarde de sexta-feira (05), a apresentadora e humorista Tatá Werneck postou em seu Twitter que estaria cedendo suas redes sociais para a cantora...

Walmart retira armas de prateleiras por conta dos protestos

O Walmart nos Estados Unidos é uma das lojas em que as armas de fogo ficam em prateleiras a venda como se fossem um...

Kanye West quebra o silêncio e anuncia doação de 2 milhões de dólares para instituições

Quase 10 dias após a morte de George Floyd, em 25 de maio, o bilionário magnata anunciou que doou 2 milhões de dólares para...

Leia também: