RNA de coronavírus sobreviveu 17 dias após a saída de passageiros de um cruzeiro

Talvez você goste:

Simony Maiahttps://www.thehypestuff.com/
Estudante de jornalismo. Apaixonada pela cultura urbana e fotografia.

O CDC relata que o RNA do coronavírus, o material genético do vírus que causa o COVID-19, sobreviveu por 17 dias nas superfícies do navio de cruzeiro Diamond Princess, depois que os passageiros já haviam saído. Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças publicaram o estudo na segunda-feira, depois de examinar o navio Diamond Princess atracado em Yokohama, Japão e o navio Grand Princess atracado no porto de Oakland, na Califórnia. Ambos os navios haviam sido colocados em quarentena antes da atracação, depois que o pessoal a bordo de cada navio havia testado positivo para COVID-19. De acordo com o estudo, o RNA do coronavírus foi encontrado em várias superfícies nas cabines Diamond Princess até 17 dias após a saída dos passageiros do navio, mas antes do início do processo de desinfecção.

- Publicidade -

No entanto, foi determinado que a transmissão ocorreu em grande parte entre os passageiros antes da quarentena, e os pesquisadores não conseguiram determinar se a transmissão inicial ocorreu a partir dessas superfícies contaminadas. Quanto aos membros da tripulação, eles foram principalmente infectados durante ou após a quarentena. O Diamond Princess foi anteriormente relatado como o local com a maioria dos casos de coronavírus fora da China. 621 pessoas haviam testado positivo para o COVID-19, com dois passageiros – um homem de 87 anos e uma mulher de 84 anos – morrendo pelo vírus. Na Grand Princess, 21 pessoas haviam testado positivo para o coronavírus, incluindo 19 membros da tripulação e 2 passageiros. A embarcação tinha 2.400 passageiros a bordo.

“Os resultados fornecem informações importantes sobre a estabilidade do vírus e sugerem que as pessoas podem adquirir o vírus pelo ar e depois de tocar em objetos contaminados”, disse o Instituto Nacional de Saúde em comunicado à imprensa. Tinha sido previamente encontrado em um estudo por New England Journal of Medicine que o coronavírus pode sobreviver durante 3 horas em aerossóis (gotículas de líquido no ar, de tosse ou espirros), 4 horas sobre o cobre, 24 horas no cartão, e 2- 3 dias em plástico e aço inoxidável. Para evitar a contração do coronavírus da ponta dos dedos, o CDC recomenda lavar as mãos por pelo menos 20 segundos a cada vez e evitar tocar no rosto.

- Publicidade -

Ultimas notíciais

Nike está fabricando máscaras faciais para ajudar no combate ao coronavírus

A Nike está fabricando máscaras faciais para ajudar no combate ao coronavírus, além de outras formas de equipamento de...

Nike está fabricando máscaras faciais para ajudar no combate ao coronavírus

A Nike está fabricando máscaras faciais para ajudar no combate ao coronavírus, além de outras formas de equipamento de proteção individual para médicos e...

Coronavírus pode significar o fim do mundo hype

O Business of Fashion e a McKinsey & Company lançaram uma nova atualização examinando os efeitos do Covid-19 na indústria da moda. Os resultados,...

Marcão do Povo sugere levar infectados por coronavírus a “campo de concentação”

Nesta quarta-feira (8) o apresentador do programa "Primeiro Impacto", Marcão do Povo, do SBT foi muito criticado nas redes sociais após sugerir que os...

Jennifer Lopez fala como a quarentena afetou seu casamento

Jennifer Lopez fez uma aparição virtual no The Ellen Degeneres Show e falou sobre como a pandemia de coronavírus afetou seu casamento. "Na verdade, isso...

Leia também: