Rapper Yque lança o clipe de “Original de Quebrada”

A faixa que fecha o ciclo do EP Estopim Matinal retrata a vida na periferia

Talvez você goste:

Simony Maiahttps://www.thehypestuff.com/
Estudante de jornalismo. Apaixonada pela cultura urbana e fotografia.

Na última quarta-feira (12) o rapper paulistano Yque, integrante do coletivo Somos Sul Gang, lançou o clipe da música “Original de Quebrada” em comemoração ao primeiro ano do EP Estopim Matinal. A música que fechou o ciclo de seu primeiro álbum, foi a que mais marcou a carreira do músico por expor a vivência de moradores da periferia, que vivenciam um conflito entre as coisas boas e ruins que pertencem a região: o conforto e a insegurança; a tragédia e o costume andando de mãos dadas.

O single retrata a realidade da periferia e expõe a opressão pela qual os moradores do Capão Redondo, região em que mora desde pequeno, passam. Segundo o compositor, “a melhor parte de ser artista na periferia é ver as pessoas que te viram crescer acompanhar o seu trabalho, elogiarem e prestarem apoio. Torna tudo gratificante!”.

- Publicidade -

O álbum Estopim Matinal foi lançado em fevereiro de 2019, sendo o primeiro álbum do artista, e conta com dez faixas, sendo elas Copo Amarelo, Original de Quebrada e Rap Is My Life, que estão disponíveis nas principais plataformas digitais (Spotify, Deezer, Apple Music, entre outros). Os nomes que integram o disco são todos moradores da periferia, como o Harlley, integrante do grupo Quebrada Queer, em “Nocaute”. “O feat com o Harlley foi bem natural. Estávamos no estúdio da Somos Sul, colocaram um beat de trap, eu não sabia o que fazer, mas o Harlley amou. Assim, a collab deu certo!”

Influenciado pelo pai, o gosto musical de Yque é o mais diversificado. Desde os 12, o artista, que já era apaixonado pelo rap, decidiu começar a escrever as rimas, muitas que serviram de base para a composição de seu repertório. Durante um ano, Yque se voltou para o projeto do EP, compondo, gravando e fechando as parcerias. “Nesse período, acho que os momentos com o meu produtor, Mano Judão, são os mais chatos e os mais bacanas também”, afirmou o rapper.

Quando questionado sobre novos projetos, o “Menino do Copo Amarelo”, como é conhecido pelo bairro, afirma que “ouvir os defeitos da nossa arte é o que motiva a fazer uma coisa nova. Você para e pensa: ‘isso aí nem é tudo o que eu posso oferecer!’”.

- Publicidade -

Ultimas notíciais

New Balance fornece nova coloração ao tênis 99

Após o lançamento do “Marblehead” no início deste ano, a New Balance retorna ao seu clássico tênis 997S para...

Tekashi 6ix9ine lança single “Yaya” acompanhado de videoclipe

6ix9ine retorna com seu terceiro single em dois meses. Depois de conquistar o seu primeiro single número 1 com o 'TROLLZ' com a participação...

NBA permite que atletas usem frases de protestos em suas camisetas

Com a volta da NBA prevista para o final de julho, as polêmicas a cerca do assunto tem tomado grandes proporções, com atletas se...

MC Brinquedo lança “Único”, seu primeiro álbum de estúdio

Chega às plataformas digitais nesta sexta-feira (3), "Único", o álbum de estreia de MC Brinquedo, artista da GR6. Aos 18 anos de idade e...

Os criadores de ‘Westworld’ estão trabalhando em uma série intitulada ‘Fallout’ para a Amazon

A Amazon Studios licenciou os direitos da franquia de jogos mais vendida no mundo, 'Fallout'. E quem melhor para trazer a série de jogos...

Leia também: